27/04/2010

Mas finjo de adulto,
digo coisas falsamente sábias,
faço caras sérias, responsáveis.
Engano, mistifico.
Disfarço esta sede de ti, meu amor que nunca veio
- viria?
virá?
- e minto não,
já não preciso. 

Caio Fernando Abreu
Link Curto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!