30/01/2011

é preciso entender as artimanhas do tempo: a hora certa sempre chega.

A vida sempre me diz "Não tente me controlar", mas eu finjo que não entendo. O que ela quer de mim é coragem... E eu faço de conta que sou corajosa. Mas faço tão bonito, que ela até acredita."

(Cris Guerra)
"Me traga borboletas ao estômago, pinte meu riso de anil, afaste as minhas cortinas. Me ache, me pegue, me leve, me ame."

(Karla Thayse)

25/01/2011

Se você puder ser alguém de quem se espera algo, afinal, é uma grande mentira viver sozinho, permita-se. Eu só queria alguém pra vencer comigo esses dias terrivelmente chatos.

(Tati Bernardi)
"Assim como lavamos o corpo deveríamos lavar o destino, mudar de vida como mudamos de roupa - não para salvar a vida, como comemos e dormimos, mas por aquele respeito alheio por nós mesmos, a que propriamente chamamos asseio. Há muitos em quem o desasseio não é uma disposição da vontade, mas um encolher de ombros da inteligência. E há muitos em quem o apagado e o mesmo da vida não é uma forma de a quererem, ou uma natural conformação com o não tê-la querido, mas um apagamento da inteligência de si mesmos, uma ironia automática do conhecimento. Há porcos que repugnam a sua própria porcaria, mas se não afastam dela, por aquele mesmo extremo de um sentimento , pelo qual o apavorado se não afasta do perigo. Há porcos de destino, como eu, que se não afastam da banalidade quotidiana por essa mesma atracção da própria impotência. São aves fascinadas pela ausência de serpente; moscas que pairam nos troncos sem ver nada, até chegarem ao alcance viscoso da língua do camaleão. Assim passeio lentamente a minha inconsciência consciente, no meu tronco de árvore do usual. Assim passei o meu destino que anda, pois eu não ando; o meu tempo que segue, pois eu não sigo."

Fernando Pessoa

17/01/2011

E eu simplesmente não aguento mais ver ninguém indo embora.
O romantismo saiu perdendo com isso. Não sou saudosista. Mas as pessoas atualmente não desfrutam mais o amor como ele é. O coração não dá mais pulos, tudo é materialista. 

- Caio Fernando Abreu -
Eu quero um homem que recolha os versos que eu perco pelo meio do caminho!

12/01/2011

Que saudade é o pior tormento, é pior do que o esquecimento, é pior do que se entrevar...

(Chico Buarque)
Estão se esforçando para me por no lugar
E é por isso que tenho que continuar correndo
O futuro é meu e não é desgraça
Porque no fim o passado não significa nada
 
Você diz que estou livre e depois me acorrenta
E aqui das minhas correntes eu acho que é uma pena
O que te custou usar minha coroa?
Você não gosta de mim, porque não admite?
 
Você se sente um pouco mal hoje?
Você não tem muito a dizer?
Mas voce vai sentir minha falta quando eu não estiver lá
Você sabe que eu não ligo, Você sabe que eu não ligo

Enquanto imploramos e roubamos e pegamos emprestado
A vida é acertada e errada, e isto
Eu espero, eu acho, eu sei
E se eu ouvir os nomes que você chama
Se eu tropeçar, pegue-me quando eu cair
Porque depois de tudo, você nunca esquecerá meu nome

(Tradução de I Hope, I Think, I Know de Oasis)
"Que fique muito mal explicado
Não faço força pra ser entendido

Quem faz sentido é soldado

Para todos os efeitos meus defeitos não são meus
Que importa o sentido se tudo vibra?
Não importa o sentido
O bramido do meu canto mudo
Comporta bemóis e sustenidos
Convoca ouvidos surdos
Ao silêncio suave
Da melodia sem conteúdo
Está escrito
Quem não quiser ceder ao canto das páginas
feche os olhos
ou tape com cera os ouvidos."

(Alice Ruiz)
Me nego a viver em um mundo ordinário como uma mulher ordinária a estabelecer relações ordinárias. Necessito o êxtase. Não me adaptarei ao mundo. Me adapto a mim mesma”

(Anais Nin)

Sabe que todas as coisas que eu fiz, todas mesmo, eu nunca pedi nada em troca, simplesmente porque eu não preciso disso, eu nunca precisei. Eu faço por ti, pela tua felicidade. Eu me mostrei o tempo inteiro transparente, em tudo, principalmente no que eu sentia, sempre no que eu sentia, sinto. E assim, crua, deixava transparecer também, meus defeitos. Dizem que na vida a gente perde e ganha pontos com os outros, eu, pelo visto, só perco, e se ganho, não noto. Joguei comigo mesma, e perdi, perdi feio. Então só apertei o pause e depois o play, e deixei continuar. Eu sabia o tempo todo, eu sabia, foi opção minha insistir no erro, só não optei por sentir, mas como já estávamos ali mesmo, naquela altura do campeonato, eu não ia ser covarde e dar pra trás com tudo o que eu disse, porque sim, eu disse, e TODAS as vezes que eu disse foram de verdade, acredite mais do que tudo, era o que eu sentia... E eu ainda sinto, eu ainda sinto porque é mais forte que o meu não, e eu não posso simplesmente passar a borracha em cima disso, sorrir, e fazer de conta que nada aconteceu... Aconteceu sim, nós sabemos que aconteceu. Pelo amor de Deus, a que ponto chegamos? É simples assim? Pra mim não existe gente descartável, infelizmente. Mais uma vez só peço uma coisa, pra mim, pra ti, pra todo mundo... MAIS AMOR, POR FAVOR!

Larissa Miranda 

08/01/2011


O médico então lhe perguntou:
- Por que a pressa?E ele respondeu:
- Todos os dias neste horário vou visitar minha esposa que está em um asilo.E o médico comentou:
- Que bacana! Então vocês matam as saudades, batem papo, namoram um pouquinho…E o velhinho diz:
- Não! Ela não me reconhece mais, por causa de sua doença.O médico surpreso, então, pergunta:
- Mas por que então tanta pressa para vê-la, já que não o reconhece mais?E com um sorriso no rosto, o velhinho responde:
- Mas eu a reconheço! Eu sei quem ela é e o que representa na minha vida a tantos anos. Por isso todos os dias eu a reconquisto, como se cada conquista fosse única e verdadeira. Este é o verdadeiro amor!
¡ ɐ p ı ʌ   ɐ n s   ɐ u   ɐ p ɐ ɹ ı ʌ   ɐ ɯ n   ǝ p

07/01/2011

“Porque, pra viver de verdade, a gente tem que quebrar a cara. Tem que tentar e não conseguir. Achar que vai dar e ver que não deu. Querer muito e não alcançar. Ter e perder. Tem que ter coragem de olhar no fundo dos olhos de alguém que a gente ama e dizer uma coisa terrível, mas que tem que ser dita. Tem que ter coragem de olhar no fundo dos olhos de alguém que a gente ama e ouvir uma coisa terrível, que tem que ser ouvida. A vida é incontornável. A gente perde, leva porrada, é passado pra trás, cai. Dói, ai, dói demais. Mas passa. Está vendo essa dor que agora samba no seu peito de salto agulha? Você ainda vai olhá-la no fundo dos olhos e rir da cara dela. Juro que estou falando a verdade. Eu não minto. Vai passar.”


Caio Fernando Abreu.
“Ficar bem nem sempre deixa outras opções. É estranho quando as coisas simplesmente têm de terminar. É o estágio onde todos os sentimentos já evoluíram para um nada. É o nada que você optou para parar de sentir dor. No início você briga, chora, faz drama mexicano. Então percebe que é cansativo demais manter esse jeito de levar as coisas. Acostuma-se… Não que pare de doer, mas que cai no seu entendimento que às vezes perdemos algo e não há solução. No fim você coloca um sorriso no rosto e finge que é sincero, até que a vida o faça realmente ser. Talvez os amores eternos sejam amenos e os intensos, passageiros. É isso.”


 Caio Fernando Abreu.

04/01/2011

Eu sei que eu posso muitas coisas sem você, e eu sei que, se eu tomar um banho quente e comprar uma roupa nova, talvez eu possa querer uma coisa que seja, só uma, sem você. Nada muda no mundo quando você não caminha ao meu lado, as pessoas quase não percebem que falta metade do meu corpo e que eu não posso ser muito simpática porque toda a minha energia está concentrada para eu não tombar.

( Tati Bernardi )
(...) Não, não pense que é sempre bom, não sou a-toda-boa, a toda alegre o tempo todo, a toda amorosa constantemente. Eu sou estranha, tenho gestos e pensamentos e encanações e neuras e filosofias viajantes e temperamento salgado e toda uma série de e's que não consigo ajustar aqui, agora, pra você, talvez por não saber ajustá-los nem pra mim. Mas deixa isso tudo pra lá, eu e a minha estranhice, estranheza, estranhagem, estranhamento, estranhação. Estranha ação. É isso aí, sou cheia de estranhas ações. Uma delas é tentar explicar o sentido de uma coisa que nem sentido faz.

Clarissa Corrêa
Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados.
"Reduzi. Raras linhas. Dois versos. Hoje eu tento, me prolongo. Continuo – me em contos pra te prender em mim. Não me faltam flores nem verbos; eu me falto. Nunca sou a mesma de ontem e hoje reticencio – me nos seus poros. Desconheço esses olhos e o caminho onde me afirmo. Me desconheço nessas vírgulas em que me pauso. Respiro. Abro mão do impossível, deixo voar o ponto que me finaliza. Que todos vejam, que todos exclamem. Que todos sejam em mim, o bastante. Mais que o bastante, o que eu preciso; interrogações. Que sejam maiores que eu, mas não tão maiores quanto os sonhos que invento e os versos que venero, mas que sejam linhas retas e infinitas de pura indefinição. Eu quero mesmo é que me encontrem em uma dessas estradas pintadas com cores e luz, que me grifem e desafiem o verbo. Farei de mim uma ponte de segmentos nus e ironias. Do outro lado te escrevo de qualquer jeito, pouco me ajeito, fortaleço os meus defeitos e me faço (poe)minha. Agora aqui, aqui eu exijo o meu melhor lado, a rima perfeita no verso dos versos onde me encontro. E no meu melhor tempo, na solidão da lida, amar-te-ei em poesia."

(Priscila Rôde)

02/01/2011

O ano para mim começou digamos que bem, era uma noite em que nada poderia dar errado, nada poderia sair do controle, foi isso que sempre nos ensinaram, que devíamos usar roupa branca ou outra roupa e atraísse alguma coisa, que não devia haver nenhum  tipo de discussão ou coisa assim que o ano começaria ruim.
Bom, aqui desde o natal foi muito tenso, na noite de natal houve discussão, eu bebi e minha irmã tbm, tentando desesperadamente sair daquele astral ruim..que nada, no outro dia estávamos sóbrias e revendo tudo que aconteceu..
No ano novo o charles estava aqui, estava um clima melhor mas mesmo assim, eu com todas as tentativas palhaças que sempre tenho, animar todo o povo. Tudo praticamente em vão. Eu me senti mal com aquilo, com o clima pesado e já pensando - "Putz, meu ano vai começar ruim." 
Mas eu tinha a companhia de pessoas legais, das quais eu amo e me desculpe Deus, amo a minha irmã mais que amo meus pais. Ela estava ali comigo, envergonhada por o charles estar aqui, mas estava do meu lado me ajudando e conversando...
Depois eu e charles saímos, fomos até o perau mas estava muito escuro e achamos perigoso prosseguir, daí voltamos. Cheguei e a ju estava me esperando para assistirmos filme, fui no quarto, ajeitei os colchões e as cobertas e disse pro charles dormir que eu ia olhar filme com ela, tudo bem. Olhei até a parte que pude e depois fui dormir. Na manhã seguinte, 9h da manhã acordamos e fomos para São Pedro do Sul, pois era aniversário do irmãozinho dele, o meu cunhado. Passamos o dia lá, foi bom, divertido, conheci novas pessoas que fazem parte da família dele, todos pessoas legais e boas. Voltamos as 20h e vim para casa, com pensamentos a mil por hora, mal me despedi dele porque como tudo, tbm teve o lado ruim. Então com tudo que aconteceu, meu ano começou 'bem', e vai ser melhor porque não importa a roupa que eu estivesse usando, ou se estávamos felizes ou tristes, o meu ano quem faz sou eu e isso não será definido através de roupa ou de sorrisos, e sim de minhas atitudes no decorrer de 2011!
É isso aí :P