28/01/2012

Observações

Andando por aí, olhando ao redor e observando as pessoas. Existe maior aprendizado na vida do que observar pessoas? Se existe, tentarei descobrir. Falando por mim, aprendo muito as observando e ao mesmo tempo refletindo sobre minha vida, como quando vejo alguém ofender outra pessoa, faço uma retrospectiva para ver se algum dia já fiz isso, daquele mesmo modo. Como também, por exemplo, quando vejo alguém dar uma flor para outra pessoa, ou até mesmo um sorriso, um elogio, faço a mesma retrospectiva buscando ver se sorrio constantemente, se agradeço, se sou educada.
Creio que todo aprendizado, antes de praticado, deva ser observado, creio que o princípio de algo que se aprende, é observar. E vendo por este lado, tenho aprendido muito com minhas observações e de certa forma, tenho mudado radicalmente meus pensamentos, minha maneira de agir, tanto com conhecidos como com estranhos.
Uma vez li em um texto do qual não me recordo o nome ou o autor, que dizia que um homem que trata sua mulher bem, mas destrata um garçom, não é um bom homem, pois como ter duas formas de comportamento com diferentes pessoas? Lógico, não irei ter o mesmo comportamento com todos da mesma forma que tenho com minha irmã, por exemplo. Mas porque ser gentil com ela e ser ofensiva com outra pessoa que nem ao menos conheço e muitas vezes nem sei seu nome?
O ponto em questão, é que aprendemos muito mais observando, digo aprender sobre as pessoas, sobre como elas são, creio que nossa verdadeira personalidade vem à tona quando temos que interagir com estranhos, perante nossa família talvez até somos educados e cuidadosos, amáveis, mas e com quem não faz parte dela, como nos comportamos?
Será que pedimos licença, por favor, desculpas e o obrigado?
Creio que está na hora de nos auto-avaliar, seja na rua, na padaria, na balada, em uma loja, em qualquer lugar, assim acabamos conhecendo talvez, a "verdadeira face" da pessoa e também acabamos por nos conhecer melhor.

Observar.
Link Curto

Um comentário:

Obrigada pelo seu comentário!